Cooperativa está entre as 100 maiores do país

O número de associados do Sicoob Credija cresce a cada dia, o que fez a cooperativa registrar mais de 40 mil associados que utilizam os produtos e serviços da instituição. Somente no último ano, mais de 3 mil pessoas escolheram associar-se, salto de 10% no período. Com 27 anos de fundação, a Credija segue investindo em agências próprias e até o fim do ano deve abrir mais um ponto de atendimento, em Três Cachoeiras.

Para o presidente da cooperativa, Wolni José Walter, o crescimento sustentável demonstra que o planejamento está no caminho certo e que as pessoas, cada vez mais, estão percebendo que cooperar é a melhor alternativa. “No cooperativismo as pessoas têm mais oportunidades, isso porque trabalhamos mais próximos dos associados entendendo as suas necessidades e atendendo às suas expectativas”, afirmou.

Com operações de crédito que giram em torno dos R$300 milhões, a cooperativa também se destaca pelo total de ativos, superando meio bilhão e batendo na casa dos R$609 milhões conforme resultado apresentado no fim do ano. “São números que demonstram a força do cooperativismo de crédito”, resume Wolni. Com um atendimento mais humanizado e retorno financeiro, as cooperativas são instituições que não visam ao lucro. Portanto, podem cobrar taxas mais justas, o que acaba refletindo em economia no bolso de seus associados.

Donato Semprebon, vice-presidente, evidencia que o modelo de negócio “não fica restrito somente ao financeiro”, atuando também em outras perspectivas. “Nós também estamos presente nas comunidades que integram a nossa área de atuação, beneficiando as pessoas que nela residem com projetos que estimulam a qualidade de vida e o aprendizado”.

Figurando entre as cem maiores instituições cooperativas do país, o Sicoob Credija também se destaca pelo pioneirismo. Foi a primeira a contar com um Núcleo Feminino no segmento cooperativista de crédito em Santa Catarina, inaugurou a primeira agência do Sicoob no Rio Grande do Sul e até hoje é a única instituição financeira da cidade de Balneário Gaivota.

Compartilhe: